Tag Archives: pseudo-gamers

M4MÃ3 QU3R0 $3R N3RD

Já tinha falado do pseudo-intelectualismo, agora falarei do que mais tenho visto ultimamente: geeks/nerds/gamers.

Acontece algo engraçado comigo: alguns significados que parecem bem óbvios, como o de nerd, depois que vejo falar muito acaba perdendo o significado. Então não sei exatamente definir o que seria um nerd ou o que tem que ter p/ ser um.
Clichezinho básico

Mas imagino como uma pessoa que tenha interesse por certos assuntos e vá atrás de saber sobre eles, goste de aprender. Talvez meio que por definição esses assuntos estejam ligados a jogos, tecnologias, lazer específico, ciência e ficção científica, mas não necessariamente tem um padrão, um “todos amam isso” ou “todos odeiam isso”. Está ligado à inteligência também pelo tanto de conhecimento acumulado e deve ser por isso que parecem mais anti sociais: estudar no meio de um bar não é lá a coisa mais fácil do mundo…
 É assim que eu enxergo um nerd, de qualquer forma, é apenas um rótulo que pessoas se identificam ou são identificadas.

Existe diferença entre usar uma roupa típica ligada a  um grupo e PERTENCER  a esse grupo. Talvez aí apareça o maior número de “novos pseudo nerds”. Nada de errado em usar as roupas que quiser (mesmo que seja SÓ pq “tá usando”). Mas da mesma forma que usar um kimono não te transforma em japonês, uma burqa não te transforma em muçulmana, uma pulseira com spikes não te faz um metaleiro nem uma blusa rasgadinha te faz um mendigo, usar roupas ligadas ao grupo dos nerds NÃO te faz nerd. Alguns entendem isso, outros não.

Roupa é só uma parte que não tem o valor daquele grupo por ela mesma. Aliás, nem os grupos em si (seja qual for) têm aquela coisa “quintessencial”.

Vejo também uma explosão de geeks. Isso é estranho pq, depois da Apple mania, ver trocentas pessoas com dinheiro p/ comprar uma macieira se dizerem geeks mas não saberem usar o que têm é no mínimo contraditório.

O significado exato é entrelaçado com nerds e gamers, tendo sutil diferença. Dizem que sofrem de neofilia (são atraídos por tudo que é novidade, no caso, tecnologia) e são considerados mais “populares” que os nerds.

Gamers são os que eu mais vi nos últimos tempos. É tão estranho ver gente do nada aparecendo como “gamer desde criancinha”… aliás, dizer que gosta de algo há muito tempo soa como um “veja, eu não sou poser!” mesmo que seja verdade acaba soando dessa forma devido a tanta gente que implanta um passado novo a cada modinha. Eu já fui completamente viciada em jogos de video game e só parei pq não sei ainda controlar haha. Mas tem gente que eu conheço desde essa época que NUNCA jogaram e ae implantaram um passado obscuro p/ sustentar seu novo rótulo: gamer.

Sabemos que estas eram espécies rejeitadas pelas garotas de antigamente. Eis que surge um boom de “I ❤ NERDS” e de pseudo-nerdAs por aí. E é um ciclo: garotos bonitos e legais começam a se vestir como nerds, estilo nerd é valorizado pelas garotas, garotos se vestem/agem dessa forma e são valorizados, mais garotas passam a gostar disso, o que incentiva mais garotos a anunciarem o nerdismo (voltando ao início do ciclo)…

Idiot Nerd Girl - i love nerdy guys with abs
E como falei dos supostos gamers acima, as gamers se acham por serem garotas que jogam videogame.
Bem, na época e lugar que eu jogava era muito raro aparecer alguma garota que soubesse o mínimo de jogos,aliás, em dois anos de frequentação diária da locadora de videogame do meu irmão, não lembro de ter aparecido (só minha mãe que adorava jogar Zelda).
Hoje parece que tá tudo diferente, talvez pq na época que eu jogava o PS2 (que custava uns 2000 reais) fosse o mais famoso, pq Nintendo só ligavam ao Mario e XBox quase ninguém sabia o que era. De lá p/cá as coisas foram barateando, jogos online ganhando destaque, caindo no gosto de não-gamers, e não vejo mais aquela coisa segregadora de “só meninos jogam” ou “todo gamer é nerd”, popularizou e se tornou acessível com jogos que podem agradar a gregos e troianos. Então quero saber qual o sentido real de TER que anunciar todos os dias ao mundo inteiro que joga video game e, pasmem, é uma mulher (tipo assim:sou especial por isso) ? E qual o sentido de fazer esse anúncio com uma foto fazendo cara secsi? alguém explica?
Talvez eu ache tão normal pessoas jogando que num vejo nada de fantástico ou sobrenatural nisso. É que nem ver alguém anunciando todos os dias o quanto adora comer bacon (e tirando fotos com um pedaço de bacon fazendo cara secsi se achando).

Onde quero chegar é que trocar informações sobre assuntos é muito bom, ler coisas engraçadas ou curiosidades sobre o que gosta também, conhecer coisas novas também, conhecer gente que gosta do que você gosta também é bom e compartilhar o que achou é melhor ainda. Mas eu não vejo um sentido além do “chamar atenção” e “parecer cool” p/ aqueles que fazem mais questão que os outros VEJAM o quanto ele é nerd/geek/gamer e afins do que realmente SER um.
E até que alguém me explique a graça de fingir que adora algo vou continuar achando perda de tempo.

Advertisements
Tagged , ,