Tag Archives: fanatismo

Quem tem medo da modinha do neo ateísmo?

acho que já vi um título parecido em algum lugar… enfim, o que são modinhas?
São aquelas “ondas”, na verdade, tsunamis, que quando vêm atingem vários grupos. São na maioria das vezes “cool” e de uma atração que é difícil determinados grupos propensos resistirem. Geralmente começam como que não quer nada e depois quando vemos já estão em todo canto.

E assim acontece com muita coisa. Os mais conhecidos são os musicais, punks, emos, coloridos, indies, funkeiros, e outros. Mas tem também em outras áreas, como pseudo: cults, revolucionários, comunistas, anarquistas, veganos…

Antes de falar de coisa ruim, vamos falar de coisa boa. Sim, modinhas tem seu lado bom (ou ótimo!). Algumas coisas que viram modinha não são ruins, desprezíveis ou descartáveis. São coisas boas que,sabe-se lá pq, uma hora cairam no gosto de muita gente. Essas modinhas podem servir justamente p/ chamar atenção p/ algo que é realmente legal e, depois que passa, essa coisa legal fica.Uma ideia, uma roupa, uma música, um escritor, um diretor… Esse destaque momentâneo e até falso pode render boas descobertas.

Mas e quando vai p/ o lado ruim?
É o que tenho visto com neo ateus: gente se dizendo mais racional que crentes, querendo acabar com as religiões, se achando porta voz da ciência…

e sabe qual a contradição? o que esses metidos a mais racionais usam de falácias NÃO É POUCO. Muitas vezes copiam falas de outros e sequer se perguntam se aquilo faz sentido, se aquela informação é verdadeira, se aquele vídeo tem alguma boa base ou se é mais um charlatanismo. E isso não me parece ser racional…
Charlatanismo e gente que quer se aproveitar existe em todo canto, basta ter quem acredite. Então não pense que por se dizerem “do lado da razão” que todos serão honestos e se preocupam em passar informações verdadeiras pq NÃO é assim. Muitos só querem enganar com meias verdades, verdadeiros lobos em pele de cordeiro, dizendo que os outros que são manipuladores p/ que você não perceba quando é manipulado por ele. Como diz uma professora minha: não nos enganemos…

Sobre o acabar com as religiões, já falei aqui, não adianta. Só promoveria brigas (piores que as que existem), e não resultaria de muita coisa. Alienação existe de onde menos se espera. Sabe aquele pastor lá que rouba o dinheiro dos fiéis? ele é tão ridículo e manipulador quanto neo ateus que vendem uma ideia como verdade e os “seguidores” aceitam sem questionar. Instituições manipuladoras, controladoras, alienadoras, coercitivas, existem aos montes, a religião é apenas mais uma. Acabar com ela vai dar p/ muitos a sensação de “agora sim somos livres” mas, hehehe, é essa a intenção: você achar que os outros estão presos para que não veja a corrente nos seus pés…

Sobre a ciência, a não ser que a pessoa FAÇA realmente parte dela, não fala por ela. Vejo muito por aí gente se colocando como “da ciência” sendo que não chega nem perto disso. Aliás, mesmo que faça parte, nem tudo que disser pode ser jogado na conta da ciência.
Lembremos que ciência trata de assuntos naturais, procura saber o que é, por que é daquele jeito, quais as condições que aquilo acontece, etc. Mas não cabe a ela dar sentido às coisas.
Se começa a falar de ciência num debate filosófico já está deslocado, pq são duas coisas diferentes que parte de lugares diferentes que na maioria das vezes não faz sentido misturar.

Neo ateus NÃO são iluminados que têm a missão de levar a luz para os “cegos crentes”. Na verdade, esse negócio mais me lembra aqueles que batem na minha porta num domingo de manhã querendo me converter… P/ quem ficar ofendidinho, sorry,mas essa é a verdade… Mais um paradoxo: gente que não gosta de quem tenta converter e é exatamente isso que faz. Só num sai batendo na porta de ninguém, mas chega perto.

Todos têm liberdade de expressão para falar o que quiser, seja algo construtivo ou ridículo. Mas lembremos: tudo isso vai gerar uma resposta e o tipo de resposta que vai gerar depende da maneira que você usar sua liberdade de expressão. Se você ataca alguém a reação mais esperada são ataques. E não adianta reclamar que tão querendo tirar sua liberdade. Tirar a liberdade ocorre quando impede-se o outro de falar e não quando respondem com opiniões contrárias (e com o mesmo nível de agressão).

Um pouco de ceticismo não faz mal a ninguém. Principalmente antes de entrar em uma discussão chamando os outros de irracionais sendo que a própria pessoa age irracionalmente quando acredita quase que cegamente nas fontes que usa (mesmo que não confessem, a maioria age assim).
Questionar é preciso. Quanto mais uma ideia te agrada menos você duvida e isso aumenta a probabilidade de ela te manipular. E como certas ideias são sedutoras, tão revestidas de verdade, tão bem faladas… É por isso que muitos saem por aí reproduzindo absurdos sem sequer filtrar as informações.

P/ finalizar, uma coisa a se ter cuidado: o ônus da prova é de quem afirma/garante algo. Portanto, é diferente dizer que não acredita que exista algum ser superior e dizer com todas as letras que este (ou estes) não existe(m). Simplesmente pq você NÃO PODE provar que não existe, logo, não pode garantir tal coisa (o que também não significa que exista(m)).

Maasssss, voltando às modinhas, até essa de neo ateísmo pode ter um lado bom. Retirando o fato de que a maioria dos neo ateus são tidos como escória do ateísmo, essa onda pode possibilitar que mais pessoas conheçam o ateísmo (além do neo ateísmo) e que realmente se sintam à vontade com essa ideia e busquem se aprofundar no assunto (além das briguinhas ridículas que o neo ateísmo muitas vezes causa), bem como descobrir se é o melhor p/ si.

Advertisements
Tagged ,