Monthly Archives: January 2012

publicado no meu outro blog nomeeparafracos.wordpress.com
(:

O que é criatividade? Já nasce com a pessoa? pode ser desenvolvida? vou morrer sem criatividade?

Explicando behavioristicamente, todo comportamento é explicado com base na filogênese (história evolutiva da espécie), ontogênese (a biografia do indivíduo) e a cultura que ele está inserido, o contexto.
A criatividade está inserida nisso. Pq algumas pessoas parecem ter mais que outras? isso depende de  todo o repertório dela, do ambiente que ela está inserida. Muda-se o ambiente, mudam os comportamentos. Talvez por isso eu veja algumas pessoas dizerem que em encontros de artes, por exemplo, elas se veem muito mais inspiradas e motivadas a desenhar. Como se o espírito artístico saísse das obras e entrasse nas pessoas.

O conceito exato de criatividade eu não vou dar, existem inúmeros! Ainda mais por ser algo tão comum no nosso dia a dia acabamos não conceituando exatamente o que é, apesar de termos ideia. Responda ae, o…

View original post 570 more words

Advertisements

uma resposta solta

hoje vou postar 1 vídeos que gosto muito:
The Backwater gospel (uma animação muito muito muito boa)

e a resposta a um desafio solto (?):

“Então prove que deus não existe!”

Como muitos já sabem, isso é falácia de inversão do ônus da prova. Mas como ainda tem gente que fala esse tipo de coisa, então convém explicar e espero me fazer entender.

Quem tem que provar algo é quem alega. Eu não fiz alegação alguma.
Pq?  imagine que eu diga que sei voar.


Eu “avuando” =D

Você, na sua vida inteira, só viu gente voar em sonho, em ficção e manipulação de imagem, logo, vai duvidar. Eu falo isso com muita convicção, porém, obviamente, isso não será motivo p/ que venhas a acreditar. Eu tenho que provar. Tirar uma foto ou gravar um vídeo não é suficiente, há várias formas de se manipular, requer então uma prova mais extraordinária. Eu tenho que voar na sua frente, p/ você ver. Se eu digo: “mas que afronta você duvidar! eu, que sou tão influente nessas coisas de voar! eu tenho palavra! você deveria acreditar só pelo fato de eu dizer, sem ter provas!”  Bem, isso ainda não vai te convencer que eu posso voar, certo? certo. E logo vais concluir: se ela não mostra é pq não sabe. Mas se eu sei e quero que acredites é só eu te mostrar e fica tudo certo (e você dizer que eu TENHO que mostrar para que acredites não é afronta nenhuma. É seu livre exercício de ceticismo saudável).

Agora façamos de conta que inversão de ônus da prova não é falácia. Prove que os 330 milhões de deuses hindus não existem.

“Prazer, Vishwakarma. Você não pode provar que eu não existo. =D”

Não pode? então eles todos existem (argumentum ad ignorantiam).
Uai, tá estranho isso, não é? Nós nunca vimos nem foi mostrada evidência alguma dos deuses egípcios, nem de Allah, nem nenhum dos deuses hindus, então como vamos concluir que eles existem?

Pois bem, o universo é muito vasto e em grande parte desconhecido para que alguém possa afirmar, com toda certeza, absoluta 100% que algo não existe. Seria desonesto, afinal, para algo não existir é necessário que não se encontre em nenhum canto do universo. Como não conhecemos tudo, mas também, como nenhum desses seres até hoje deu as caras, muitas pessoas não acreditam na existência de tais seres, nem por isso se pode dizer que não existem.

Tagged ,

Mecânica Quântica à la carte

Outro post com mais links que outra coisa. Formataram meu netbook sem me perguntar antes e perdi todos os livros, dentre eles meus volumes de introdução à mecânica quântica. Só tinha lido metade do primeiro. ): Enquanto não acho novamente, termos técnicos ficam p/ mais tarde.

O que é mecânica quântica?
É o ramo da física que estuda partículas no nível subatômico.

O que alguns místicos, espiritualistas, religiosos, charlatães (que querem atender à vontade que certas pessoas têm de terem suas crenças com a etiqueta “provado cientificamente” ) DIZEM que é a mecânica quântica?
O ramo da física (leu bem? FÍSICA) que vai provar coisas sobrenaturais e impossíveis, vai encontrar deus (não importa qual seja, mas de preferência um que renda dinheiro) escondido entre léptons e quarks no fantástico mundo quântico. Minhas fontes dizem que é perto de onde a Alice (a do país das maravilhas) encontrou com a lagarta do cogumelo que fuma narguile, vai vendo…

Apesar de serem partículas muito pequenas isso não significa de forma alguma que sejam partículas sobrenaturais. Até pq ainda continuamos na física. Se queres sobrenaturalidades não é nesta área que deves procurar.

 

Então, vamos aos links:
charlatanismo quântico
vídeo: quem somos nós refutado
Guia cético para assistir O Segredo
Guia cético para assistir Quem somos nós?
“Curiosidade” by Stephen Hawking
Se você é uma pessoa mística, que acredita em algo sobrenatural e queira provar isso cientificamente (lembrando que a ciência trata de coisas naturais,logo, não será sobrenatural), ótimo, vá atrás disso (e não fique reclamando que “os cientistas são chatos” por não estudarem o que você quer)! Mas, please, não fique pegando retalho de estudos e teorias para adaptá-los ao seu bem querer.

Tagged ,

Simplificar é a palavra

[para pessoas que pensam que esse desejo por ser “complicada e perfeitinha” faz muitas mulheres serem “irritantes e só”.]

“Mulheres são complicadas demais!” errado, pessoas são complicadas. Mas pq só lembram de falar das mulheres? “pq elas são realmente complicadas,Jheh!” bahh, será que são mesmo? A maioria que eu conheço é mais previsível que uma xícara de café

(a xícara de café foi só para dar ênfase).
A complicação que eu encontro é a mesma que vejo em homens: complicações, inseguranças, tensões comuns à maioria dos ocidentais. Pq só as mulheres ganham fama? Talvez pq sejam mais reforçadas ao manifestar emoções, coisa que quando um homem faz muitos repreendem.
Mas eu sinceramente penso que muitas ouvem tanto sobre essa complicação que elas acabam se tornando assim! Pq? Bem, ao observar em blogs, facebook e conversas eu percebo que a maioria fala a mesma coisa. É a mesma ladainha do “complicada e perfeitinha” do “nenhum homem entende” “nenhum homem dá valor” “nenhum homem presta” “nada significa tudo” “nunca entendem nossa TPM” entre outras coisas. Sério que isso é complicado? Se alguém se prestar a ler  todas as lamentações consegue montar um manual (que não é extenso, por sinal) prático para lidar com essa “complicação” e “complexidade” toda, e isso não é nada complexo. Eu acho é boooooooring e repetitivo, como um roteiro que um monte segue.
TPM é outra coisa que algumas vezes dão tanta ênfase que eu me pergunto até onde é a doença e quando passa a ser frescura.

Se você tem ataques tão fortes que seu namorado foge de você metade do mês e você sente vontade de matar todo mundo, isso não é lindo e não é p/ virar piadinha nem um “c’est La vie”, é doença e como tal deve ser tratada.  Mas é mais legal dizer o que devastadora TPM faz que procurar maneiras de amenizar  isso, neah? Não, não é.
“Mas Jheh,mulheres são mais sensíveis, são os hormônios”  Sério que os hormônios levam TODA a culpa e controlam a vida?  Não tem nem um pouquinho de exagero ou teatrinho?
Eu encontro sensibilidade em homens e mulheres no mesmo tanto mas demonstrado de formas diferentes. Basta estar sensível para perceber algo além do seu umbigo que se vê isso.  Acontece que algumas mulheres se usam das lágrimas para fazer chantagem emocional. Sério, chicas, vocês não precisam disso. Se não “ganham” nos argumentos saibam que  usar lágrimas é apelação desesperada. Daí para dizer que os homens não te entendem é um pulo. Claro, se nem você parece se entender para expressar exatamente o que está pensando, como quer que alguém faça isso?
“Mas Jheh, você está contra as mulheres?” Não, até pq sou uma! Só não sei de onde vem tamanha necessidade de ser uma coisa que não é só pq a sociedade diz que é assim. Bem, na verdade eu sei rs. O que nós somos é, em muita coisa, determinado pelo ambiente em que vivemos, mas isso não significa que essas coisas vão empedrar e entranhar na pessoa. Muda o ambiente, mudam os comportamentos reforçados e, para nos adaptarmos, temos que mudar algumas coisas também. Foi isso que aconteceu comigo: comecei a fazer parte de ambientes que não achavam mais o chorar por tudo ou a birra uma coisa linda e reforçavam os bons argumentos, o diálogo.
Descomplica! viver já não é lá tão fácil, precisa mesmo dificultar? Keep it simple, stupid!


Só quero dizer que as pessoas em geral se emocionam, têm problemas, têm seus dias ruins, têm suas inseguranças. A diferença é que uns aprendem a esconder (o que não faz desaparecer), outros a exacerbar (o que não deixa de ser exagero) e outros a lidar com isso. E você, faz o que?

Evolução e prepotência

Agora um post breve(mais com indicação de links que outra coisa), só p/ iniciar um assunto que há um tempo não leio sobre: a Evolução

“Mas Jheh, evolução é somente uma teoria, a bíblia conta uma verdade!”

Vamos organizar as coisas,ok? Teoria, em ciência, é diferente do senso comum, que trata como um “eu acho” ou um palpite.  Definição da skepdic:
” uma teoria (científica) é um princípio ou conjunto de princípios para explicar, organizar, unificar, e/ou compreender o sentido de um conjunto de fenômenos. ”

Teoria não é A verdade. Ao contrário, ela deve ser falseável.
Aí começo a falar da evolução. Não é “somente uma teoria” é uma teoria como qualquer outra científica.
A teoria é o que usamos para explicar, a mais conhecida hoje é a de Darwin. Por ser uma teoria científica, ela é falseável.

“Mas Jheh, se ela é falseável ela é errada, a bíblia não é falseável!”

Justamente por isso a teoria da evolução by Darwin é científica e a bíblia não. Algumas pessoas se ligam de forma absurdamente pessoal e sentimental à certas teorias e tratam qualquer um que vá contra isso (mesmo com ótimos argumentos) com desprezo e descaso, estes são os que considero, nessa ação, hipócritas.
Mas repetindo uma coisa que já falei: fechar os olhos para as falhas não faz com que elas deixem de existir. Dizer que é verdade também não faz com que vire verdade geral.

“É preciso muita fé para acreditar na evolução”

Já falei, a evolução by Darwin é falseável (tanto que hoje está sendo elaborada a Síntese Evolutiva Ampliada, que trás muitas refutações à TE by Darwin), mas dizer que é ridícula ou que é preciso fé ou algo assim não é lá uma refutação…

Aqui um link com alguns mitos propagados sobre a evolução.

 

“A TE fala que a vida surgiu do nada! ela exclui deus!”
A TE não fala da origem da vida e sim uma hipótese de evolução. E não exclui nem inclui deus  nenhum. Aliás, deuses não são assunto da ciência.

 

Tagged ,

respeito?

Uma das coisas que eu mais ouço falar em discussões é respeito. Ô coisinha que eu já estou cansada de ouvir! Pq? por ter sido tão banalizado que as pessoas adaptam o sentido ao que bem querem.
Para começar, apontem o erro do meu desenho:

Vamos agora dar uma olhadinha na constituição?

Art. 220º A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º – É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

Com base nos direitos e deveres a nós garantidos concluo que o respeito está não no “não fale disso que num sei quem vai ficar magoadinho” e sim: “fale e deixe os outros falarem (e darem a resposta)”.
Eu particularmente não faço e não falo com os outros o que não permito que façam e falem comigo. Mas isso é questão de valores. [entretanto a constituição também garante a integridade do sujeito, em relação á intimidade, à honra e à vida privada. Ou seja, não é falar doa a quem doer, discriminação,por exemplo, não é algo que a constituição deixe passar batido.]

 

 

E, lembrem-se de uma coisa: PESSOAS merecem respeito: à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem. Por isso não me veem xingando, nem rebaixando, nem discriminando ninguém. Entretanto, IDEIAS e IDEOLOGIAS devem ser questionadas e isso não é falta de respeito, é exercício da liberdade que temos de nos expressarmos.
E NENHUMA ideia é intocável do tipo: “falem de tudo menos disso”.
Se você não gosta de questionar, ok, mas não pense que quem questiona está desrespeitando, pq não está.

[obs.: o desenho não retrata teístas x ateus e sim uma figura de autoridade, no caso religiosa (representando àqueles famosos discursos de doe 10% p/ deus) versus qualquer pessoa que questione tal figura de autoridade.]

Tagged , , ,

Alienação

A palavra alienação tem várias definições: cessão de bens, transferência de domínio de algo, perturbação mental, na qual se registra uma anulação da personalidade individual, arrombamento de espírito, loucura. By- wikipédia

Desenho (by myself) dedicado aos que também pensam que questionar é preciso.

Tagged ,

sobre ceticismo

Começo a falar sobre ceticismo. Não vou falar muito sobre conceitos, isso outros já fizeram e muito bem.

Para começar, ceticismo não é: “eu me recuso a acreditar” e sim: “eu acreditarei, é só me mostrar evidências o suficientes para isso.”
Como eu encaro o ceticismo? como honestidade intelectual. A partir do momento que sabemos que há certos padrões e, ao mesmo tempo, cada experiência, cada lugar e época torna as pessoas diferentes, vemos o quanto ficamos distantes de uma verdade absoluta (este raciocínio talvez se aproxime mais do ceticismo filosófico).
Se estamos tão distantes então não dá para tomar partido só porque alguém disse que aquilo é o certo. Aí entra o ceticismo científico.

Dizer que algo é verdadeiro porque Einstein dizia ser não significa absolutamente nada…

É preciso pensar, raciocinar, observar, ir atrás da veracidade, questionar, procurar provas, ter curiosidade.
É lembrar sempre que não importa quem disse e sim o que disse (apesar de ainda terem mania de magister dixit, principalmente quando se misturam questões políticas e econômicas). E o ceticismo pode e deve ser aplicado em diversos meios.
“Mas Jheh, a ciência falha, não sabe de tudo, tá sempre mudando! não dá para confiar…” mas é claro que é assim! Vamos pensar um pouco: se um dia a comunidade científica disser que acabou descobertas, chegamos à verdade absoluta e é isso aí. Isso significa que ela teria se transformado numa exatidão absoluta e verdadeira? não (e seria de uma arrogância sem tamanho), somente que está entrando em contradição consigo mesma. Estar passível de mudanças não significa ser menos confiável, pelo contrário! significa que estará pronta a corrigir todos os erros que forem apontados, e quanto mais erros corrigidos, mais confiável, não? Até porque, fechar os olhos para as próprias falhas não fará com que desapareçam…

Só quando aprendemos que não somos perfeitos e que vamos errar algumas vezes mesmo sem querer estaremos mais sensíveis a identificar e consertar o erro.
É mais cômodo pular essa etapa toda e comprar uma ideia pronta, eu escolhi o caminho mais longo e demorado.

Tagged ,